O que fazer em Brisbane?

brisbaneNa maratona de viagens que minha amiga Joana e eu fizemos, não tínhamos como deixar de incluir Brisbane, a capital de Queensland e a terceira maior cidade da Austrália, perdendo apenas para Sydney e Melbourne. A cidade é cortada ao meio pelo tortuoso Rio Brisbane, o que oferece um ar mais ecológico e bonito ao município.

À margem desse rio, fica o Botanic Garden, onde é possível conseguir um refúgio da vida agitada. O jardim é o segundo mais antigo da Austrália e por isso abrange árvores centenárias. No passado, o local servia como horta para os prisioneiros, mas sentindo seu potencial, o governo passou a investir fortemente e a partir de 1855 o parque começou a tomar a forma que vemos hoje.

Embora a cidade tenha modernos arranha-céus, o que mais impressiona são as construções antigas e a arquitetura que diferencia cada espaço de Brisbane. Casas, prédios pequenos e centro comercial estão na rota de modificações estruturais, mas ainda é possível ver os belíssimos detalhes arquitetônicos.

Algo me chamou muito a atenção foi a lagoa de Streets Beach, que funciona como uma praia artificial no coração da cidade. Mesmo em dia de semana é possível ver famílias aproveitando o sol e a água no local.

streets-beach

Praticamente toda cidade australiana homenageia de alguma forma os soldados mortos nas duas guerras. No Anzac Square um memorial se ergue entre as chamas que nunca se apagam, e que pode ser vista durante todos os dias do ano.

anzac-square

As igrejas também fazem parte da história e da arquitetura de Brisbane. St John’s Anglican Cathedral é uma das mais belas igrejas do hemisfério sul e teve sua construção iniciada em 1901. Já com a modernidade, se você quiser marcar o seu casamento ou até mesmo o batizado dos seus filhos, você pode fazê-los pelo próprio site da igreja: http://www.stjohnscathedral.com.au/ . Só não sei quanto tempo você terá que esperar por uma data.

Todos os pontos turísticos podem ser vistos ao se caminhar margeando o rio, mas recomendo passear à noite na balsa para pessoas. Com menos de AU$ 8,00 você consegue ver os principais pontos iluminados e se quiser descer para passear e depois voltar em menos de duas horas você não paga o retorno. Para quem quer ter uma panorâmica da cidade, a roda gigante, conhecida como The Wheel of Brisbane, também é uma ótima opção.

Por hoje é isso. Quem quiser comentar outros passeios fique à vontade. Quanto mais opções melhor.
* Com informações do Guia Visual da Folha de S. Paulo
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s