Plantas e flores históricas da Austrália

O meio ambiente australiano não se resume às 2.800 espécies de eucaliptos, que compõem 80% das florestas de seu território. Suas plantas e flores exóticas são tão bonitas quanto estranhas. A maioria dessas espécies tem um fundo histórico e ilustra a cultura do povo australiano.

Golden Wattle ou Acácia Pycnantha – Em busca de um símbolo nacional no início de 1900, o governo lançou uma disputa pela planta que mais representasse a Austrália. A concorrência ficou entre Waratah e Golden Wattle, esta última vencendo por ser grande (mede entre 4 e 8 metros de altura) e ter vários admiradores políticos. No entanto, apenas em 1992 foi sancionado o dia da Golden Wattle, comemorado em 1º de setembro. Os uniformes de qualquer esporte australiano possuem as cores verde e amarelo justamente por causa dessa árvore. (A exemplo da seleção australiana de futebol, como informamos aqui)

A Golden Wattle é natural do sul da Austrália e é muito bem-adaptada em regiões sujeitas a incêndios, que geralmente matam as plantas-mãe, mas estimulam a germinação de sementes armazenadas no solo.

 

Waratah – Sem dúvida esta também é uma das plantas mais bem-adaptadas ao deserto e às queimadas que ocorrem anualmente na Austrália. Isso porque ela possui um lignotúber, uma estrutura de reserva e brotação localizada abaixo da planta, na parte subterrânea, que a permite re-brotar após um incêndio florestal.

Ela é uma planta arbustiva, que alcança de 3 a 4 metros de altura, originária do estado de New Soth Wales, ao redor de Sydney. Floresce na primavera com seus discos florais de até 15 cm que atraem muitos beija-flores.

Sturt Desert Pea – A flor foi nomeada assim por causa do Capitão Charles Sturt (1795-1869) que observou o crescimento desta planta em 1844. As folhas e caules são cobertos com “pelos” aveludados e as pétalas são geralmente vermelhas cor de sangue, com um inchaço preto e redondo no centro da flor. Ela pertence à família das fabaceae, plantas que produzem sementes em vagens, da qual fazem parte os feijões.
A Sturt Desert Pea floresce nas planícies do Sudoeste da Austrália, em áreas desérticas, onde existem lagos secos cobertos de sal. Há uma lenda aborígene que diz que a planta nasceu do sangue de seus ancestrais mortos de forma brutal derramados no solo árido.

Banksia – Ela é encontrada em quase toda a costa australiana e possui mais de 170 espécies. Estes arbustos lenhosos de baixo crescimento tem o nome Banksia em homenagem a um dos fundadores da Royal Horticultural Society, o Sir Joseph Banks (1743-1820), um botânico inglês de renome que documentou as plantas em suas viagens ao redor da Austrália com o Capitão Cook.
Esta planta é uma importante fonte de alimento para todos os tipos de animais, incluindo aves, morcegos, ratos, gambás, abelhas sem ferrão e uma série de invertebrados. Além disso, são de importância econômica para o viveiro de flores de corte e indústrias da Austrália. No entanto, estão ameaçadas por uma série de processos, incluindo o desmatamento, as queimadas frequentes e doenças específicas de plantas.

Kangaroo Paws ou Patas de Canguru – Esta planta possui diversas cores (verde, amarelo, vermelho e preto – estranho, não?) e é muito procurada para jardinagem, por isso são exportadas para os Estados Unidos, Israel e Japão. São mais de 10 espécies de Kangaroo Paws e florescem durante a primavera e o verão. Elas são naturais do sudoeste da Austrália Ocidental e também fazem parte do orgulho nacional australiano por sua rica, exótica e exclusiva flora.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s