Ned Kelly, herói ou vilão?

ned-kellyJá mencionei neste blog que a Austrália, logo que foi “descoberta” pelos ingleses, foi inicialmente utilizada como uma enorme colônia penal para os condenados da Europa anglo-saxã.

Quando em liberdade, os expatriados acabavam formando comunidades que, em alguns casos, acabavam se tornando verdadeiros covis de foras-da-lei, principalmente irlandeses, que, a partir de então, culpados ou não, já sofriam perseguição por parte do governo australiano, dominado pelos ingleses.

Foi num desses ambientes impróprios que nasceu Edward “Ned” Kelly, o fora-da-lei mais conhecido da Austrália. Sua história tão popular inspirou pelo menos seis filmes, dos quais o mais famoso, de 1970, tinha Mick Jagger no papel principal, (e cantando em algumas cenas – o que pode explicar o sucesso). A versão mais recente é de 2003 e tem no elenco a atriz naturalizada australiana Naomi Watts e, no papel de Ned Kelly, o australiano Heath Ledger (veja aqui mais atores australianos famosos).

Veja os trailers:

A lenda de Ned Kelly tem origem em 1841, quando o irlandês John Kelly foi mandado para a prisão de Port Phillip, na Austrália, pelo roubo de dois porcos. Após cumprir uma pena de sete anos, John conheceu Ellen, uma jovem australiana com quem teve cinco filhas e três filhos.

Influência do meio ou não, Ned acabou seguindo os passos de seu pai e de seus irmãos, que desde cedo envolveram-se na vida de delitos, muito embora documentos históricos indiquem que ao menos as duas primeiras prisões de Ned, em 1870 e 1871, foram consideradas injustas, motivadas pela perseguição policial contra pessoas de sua ascendência e histórico familiar.

Sua vida de crimes efetivamente intensificou-se em 1878, quando sua mãe foi presa, após bater em um policial que havia supostamente molestado sua filha. Ned, então, reuniu um grupo de amigos e parentes para juntar dinheiro (roubando bancos) a fim de tirar sua mãe da cadeia.

A polícia local ofereceu recompensas milionárias pela cabeça de Ned e seu bando, mas de nada adiantou. Àquela época, ele já era visto como uma lenda, tirando dinheiro dos ricos para libertar sua mãe de uma prisão injusta, chegando a ser comparado a uma espécie de Robin Hood australiano.

ned-kelly2Sua trajetória foi curta mas apoteótica: no último encontro com a polícia, em 1880, Ned, com pouco mais de 25 anos, e seu bando chegaram a improvisar armaduras de ferro (que cobriam a cabeça e o peito e chegavam a pesar 44 quilos). O tiroteio durou 12 horas e todo o bando morreu, exceto Ned Kelly, que só foi capturado após ter praticamente enfrentado sozinho 50 policiais e ter levado quase 30 tiros nas pernas.

Apesar dos apelos de sua mãe e das 32 mil assinaturas contrárias à sua execução, Ned, acusado pelos roubos e pela morte de policiais, foi enforcado em Melbourne, e decapitado em seguida. Seu corpo foi enterrado na prisão e o paradeiro de sua cabeça permanece incógnito.

Réplicas de sua armadura podem ser vistas em diversos museus da Austrália e sua máscara mortuária está exposta na cidade em que ele morreu. Até hoje sua história de vida ainda divide opiniões dos australianos, sendo motivo de orgulho para alguns, que o veem como uma resistência dos perseguidos à repressão colonial, ou de rejeição para outros, que o consideram nada mais que um ladrão e implacável assassino.

E o que você acha? Ele foi um herói ou vilão?

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s