Visitando lugares gratuitos IV

Apesar dos propósitos diferentes, todo intercambista é também um turista. Por isso neste blog também faço questão de sempre indicar lugares interessantes para se visitar em Melbourne, alguns até de madrugada, como o Crown Casino.

O cassino Crown, que margeia o rio Yarra, localizado no centro da cidade, entretém não apenas com jogos e apostas, mas com night clubs, shopping com marcas reconhecidas de roupas e joias, bares, restaurantes, spas e hotéis. Tudo funcionando 24 horas. Mesmo sem entrar no cassino é possível assistir a um belo show pirofágico, com bolas de fogo disparadas das muretas que ficam em frente ao monumental prédio. O show é diário – começa às 20 horas e repete-se a cada hora “cheia” até pouco antes do amanhecer.

St Kilda Beach é uma das praias mais frequentadas de Melbourne por ter fácil acesso por meio de ônibus e trams. A praia tem dois piers e em um deles é possível ver pinguins entre as rochas ao pôr do sol. Fica também em St Kilda o parque mais famoso de Melbourne, o Luna Park, que você pode ver mais informações neste post aqui.

Brighton Beach é outra praia muito popular com os cines negros e as suas lindas casinhas de banho espalhadas pela orla (que servem apenas para troca de roupa). Os donos dessas casas de madeira são moradores da área, que por sinal tem muito dinheiro, tanto é que mesmo sem estrutura de esgoto ou iluminação e sendo menor que um cômodo comum custam o valor de uma casa popular. Cada casinha tem um desenho diferente como a bandeira australiana, canguru gigante, cavalos marinhos, etc.

A Casa do Parlamento de Melbourne é imponente e atrai milhares de turistas a cada ano. O prédio foi construído entre 1856 e 1930 e tem detalhes impressionantes em cada cômodo, inclusive um mosaico no chão de entrada que ficou completo em 1879 e uma estátua da rainha Victoria. As visitas podem ser agendadas gratuitamente.

Já o Melbourne Museum é gratuito apenas para estudantes, um adulto que não estuda paga AU$ 10. O espaço é um dos mais novos da cidade, por isso o prédio apresenta modernidade em todos os seis andares, sendo três deles abaixo do solo. As principais mostras são sobre ciência, tecnologia, meio ambiente, corpo humano e aborígenes. O esqueleto de uma baleia-azul e um exemplar do primeiro bonde de Melbourne também são ícones do museu.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s