Ah, Sydney!

Sydney é com toda certeza a cidade mais popular da Austrália, tendo em vista os milhões de turistas que a visitam anualmente. Em apenas três dias (tempo ínfimo que fiquei por lá) não pude conhecer todos os pontos famosos da cidade, mas me impressionei com o pouco que vi.

A começar pela infraestrutura do transporte. Assim que você desembarca no aeroporto não é preciso pegar um táxi ou um ônibus para chegar ao centro da cidade. Pegue um metrô que chega em menos de cinco minutos e o limite de lotação está além do que imaginamos, o que quero dizer é, o vagão do metrô tem dois andares. Isso mesmo. Que tecnologia incrível.

A minha programação foi a de um turista comum e é claro que comecei pelo Opera House. Este símbolo australiano é um ícone para o mundo cultural e sedia concertos sinfônicos, balé, ópera, teatro, dança, música, comédia, apresentações infantis e contemporâneas diariamente. A capacidade do maior auditório é para quase 2700 espectadores. Dentro do espaço há ainda outros teatros menores, estúdios de ensaio, auditórios, restaurantes, bares e lojas. Infelizmente o local não é aberto para todo o público, sendo necessário agendar uma visita paga através de agentes de turismo.
Dica: pegue o ônibus gratuito do centro da cidade que leva os turistas até lá – e passa a cada 15 minutos. Se quiser ir a pé o trajeto é de cerca de 40 minutos.

Ao lado do Opera House fica a Harbour Bridge, que reserva uma belíssima vista para quem a atravessa. Quem tiver coragem também pode escalá-la – as subidas sempre são guiadas por profissionais e levam o visitante até o ponto mais alto da ponte.

Sydney é uma das 19 cidades do mundo que abrigam uma das “filiais” do museu de cera Madame Tussauds, conhecido mundialmente pelas réplicas perfeitas de celebridades. É incrível a riqueza de detalhes e o mais impressionante é que o visitante pode interagir com o cenário e, além de tirar fotos muito legais, aprender, por exemplo, a colocar fios de cabelo em um molde de cera.
Dica: Compre o ingresso online. Dessa forma, eu paguei AU$ 28.  Se tivesse comprado pessoalmente ou em um posto de vendas o valor cobrado seria de AU$ 40.

E é claro que não podemos esquecer das praias tão limpas que não dá nem para acreditar que recebem milhares de turistas. Sem tempo de conhecer o litoral norte de Sydney, optei por caminhar entres as lindas areias do sul. Uma boa opção é tomar um ônibus para chegar até a praia Coogee e ir a pé até Bondi Beach, a orla mais famosas de todas. Em apenas uma hora e meia é possível caminhar por seis praias, cada uma com suas particularidades. A própria prefeitura de Sydney mantém piscinas ao lado do mar que costumam serem invadidas pelas ondas, uma experiência única. Além das casas, vêem-se outros elementos não tão usuais pela orla, desde um campo de bocha até um cemitério.

Muitas pessoas caminham entre as praias, então é impossível se perder. Apenas siga o fluxo ou ande contornando o mar. Devido ao calor e ao sol forte na maior parte das estações, bebedouros estão estrategicamente espalhados por toda a orla, alguns deles especialmente disponibilizados para os cães.

No litoral norte, a praia mais conhecida é a Manly Beach e, para quem se interessar, há praias de nudismo também.

Advertisements

6 thoughts on “Ah, Sydney!

  1. Olá. Seu blog é muito bacana.
    Na verdade eu começei a lê-lo ontem e estou gostando muito.
    Estou querendo ir para Melbourne em Fevereiro/2015, por isso, seu blog está sendo muito útil para eu conhecer a vida lá.
    Sei que eu apenas vou conhecer realmente quando for, mas é bom ir preparando para o que for vir.
    Que bom que tem pessoas como você que compartilham as experiências. É muito útil.
    Não sei se você já falou, até por que eu não li seu blog inteiro, mas caso não tenha falado, gostaria muito de saber mais sobre o transporte público em Melbourne (preços, tempo de viagem, tempo de espera, eficiência, tipo de transportes, tickets etc).
    Caso já tenha falado, apenas me indique o post para eu ver.
    Desde já, muito obrigado.

    Take Care!

    • Olá, Eliel! Fiz uma matéria sobre transportes, mas aqui estão algumas informações que pode te interessar: O preço médio da passagem de trem e de ônibus é AU$ 3,50 ida e AU$ 3,50 volta, sim, é bem caro. Infelizmente os estrangeiros não são considerados estudantes então pagamos o valor “cheio” da passagem, mas estranhamente pagamos meia entrada nos cinemas e museus. Quanto ao tempo de viagem, depende muito de onde você vai morar, mas em Melbourne tem um aplicativo que monitora o tempo que você pode baixar no celular. Enfim, leia a matéria completa no link:

      https://universoaustraliano.wordpress.com/2013/08/21/curiosidades-ii-transporte-e-acessibilidade/

      • Li a matéria agora. Muito boa. Muito mesmo.
        Apenas me gerou uma dúvida. Eu sou do interior do Estado do Rio de Janeiro. Aqui quando entramos em um ônibus pagamos ao entrar, independentemente se vamos descer na próxima estação e pegar outro até o destino, ou seja, pagamos R$ 3,15 por ônibus que entrarmos.
        No entanto, no Rio de Janeiro você paga um valor (não sei ao certo quanto) e pode andar em mais de um ônibus por até duas horas e meia (funciona mais ou menos assim, não sei ao certo).
        Sendo assim, dependendo da distância, lá, pagamos a ida, independentemente dos ônibus que pegarmos e depois de 2 hora e meia, pagamos mais uma passagem (geralmente a volta).
        Gostaria de saber como é em Melbourne. Pagamos AU$ 3,50 por cada trem ou ônibus que entrarmos ou é mais ou menos igual no Rio, conforme te falei acima??
        Desculpe se ficou meio embolada a pergunta.

        Desde já, obrigado!

      • Obrigada, Eliel! Em Melbourne funciona como no Rio de Janeiro, mas eu nunca utilizei esse sistema porque morei no centro da cidade. De qualquer forma, até onde eu sei, você pode pegar mais de uma condução durante três horas e não duas como no RJ. Abraço!

  2. O título da matéria não poderia ser mais adequado: “Ah, Sydney” Amei conhecer esta cidade (mesmo que tenha sido por apenas 4 dias). Como eu sinto falta de Melbourne também! daria tudo para voltar para a Austrália.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s